Maratona Cidade de Estremoz

Mais um ano e lá voltei a Estremoz para mais uma grande maratona.

Este ano levei alguns camaradas do FzzBike (Fernando Gomes e Bruno
Gomes) a conhecer uma maratona que para mim já é um clássico. Foi la
que me estreei no mundo do Btt em 2005 e tenho lá voltado todos os
anos. Lá encontrei-me com o amigo Coelho que também se estreou quando
eu e me tem acompanhado todos os anos.


Após poucos kms logo se começou a notar que o terreno não estava fácil
e que não ia ser fácil acabar a maratona. Os restantes FzzBikers
decidiram optar pelos 50kms e eu também achava difícil, tanto a nível físico como mecânico, acabar a maratona.
Mas quando vi a placa a dizer 80kms pensei: Esta Serra nunca me venceu,
não é por este ano estar aliada com o São Pedro contra mim que me vai
vencer. Enchi o peito de ar e ataquei a Serra.


Ao chegar perto do Alto
das antenas o São Pedro contra-ataca. Lança uma brutal trovoava e
vento.Mal se via um palmo à frente dos olhos. Nessa altura até deu mais
"pica" à subida.


Pior foi quando comecei a descer. Estavam cerca de 10ºc e comecei a sentir frio.


Parei no abastecimento onde os pessoal também lutava para que a
"barraca" não levantasse voo. O São Pedro também lhes estragou o almoço
pois apagou a fogueira onde estavam a tentar assar umas febras.eheh


Continuei a descer antes de apanhar as grandes rampas que levavam ao
segundo ponto mais alto. Ai comecei a arrepender-me de não ter seguido
para os 50. isto porque com tanto frio comecei a deixar de sentir os
pés.

Mas não podia fazer mais nada a não ser continuar.Parar era bem pior.
Com alguma dificuldade e um pouco a andar a pé la cheguei a cima.
E quando pensava que o pior tinha passado o pior ainda estava para vir.

A descida foi a parte que mais me custou. Não sentia os pés, as pernas
e mãos começaram a ficar dormentes com o frio e tive de parar duas
vezes, pois já não conseguia ter forças nas mãos para travar.


Para o fim ainda tinha reservado mais umas rampas curtas para acabar.
O  sol começou a querer espreitar por entre as nuvens e ainda consegui
recuperar para acelerar mais um bocado no fim.

Ao chegar à meta já o pessoal estava à minha espera com o banho tomado.
Tenho marcado cerca de 90kms e 2400 metros de acumulado.

Já que não completaram a maratona pelo menos ajudaram-me a arrumar a bike.

Depois de enchermos o bucho começamos a maratona de 150kms de regresso a Ferreira do Zêzere.


Mesmo com o terrível estado do terreno não deixou de ser uma grande maratona como já é costume.


Conto em estar de volta para o ano para não quebrar a tradição.

XL Sertã

Dia 10(Manha): O primeiro dia ja esta feito. Eu o Xossé o Eugénio e o Farinha completamos os 65kms em cerca de 4 horas.
Com
tempo para enfardar em todos os abastecimentos, o Xossé com tempo para
se enervar à grande com a bina e eu com tempo para provar o chão.
Quatro sandes de porco no espeto a cada um e estamos aviados até ao jantar de logo à noite.


Dia
10(Noite): Já enchemos o bucho e não só. Quase todos sacamos uns
prémios no sorteio. Agora é hora do descanso para estarmos em forma
para a volta de amanha.


Dia 11: Hoje tivemos reforços. Bruno, Manel da Vinha e Francisco
juntaram-se a nós para o segundo dia. Hoje o Xossé ja andou mais
calminho. Hoje Foi o Manel da Vinha que andou mais "acelerado" quando
começo a ver kms a mais.


Eu tive de meter prego a fundo para ainda conseguir sacar um 3º lugar depois de me perder 4 vezes. eheh

O Bruno parece que andou a seguir as marcas de um gajo que andou
perdido pelos mesmos sítios onde eu andei e com um pneu igual ao meu.Não
sei quem terá sido. Depois de ter perdido um pedal ainda acabou em 9º.
A acabar a meia dúzia chegou o Farinha e o seu rebento, o Francisco.

O resto da malta chegou... depois. Andaram a encher o bucho nos abastecimentos


Foram cerca de 45 kms.


No total foram 115kms em 6:47h (meu tempo).


Pedalamos o suficiente para merecer toda a comida que enfardamos. eheh



Fotos Aqui