Domingo de estrada, e sem chuva!!

Mais um dia de treino de bike!! Desta vez apareceram: Eu, o Tiago, o Eugénio, o Duarte, o Pinheiro e o Manuel António!!
4 saíram para fazer estrada, e o Manuel António (que vinha com bike de btt) foi fazer btt!! O que no final, com 57 kms que fez, se comprovou que também era estrada!! Resta saber se com bike de btt, se com bike de estrada!!
Volta escolhida pelo Pinheiro. FZZ, Tomar, Atalaia, estrada da Serra, Bodegão, FZZ!! 70 kms!!
Até Tomar foi sempre a abrir, com média de 34 (se bem me lembro).
Chegada quase à Atalaia, eu furo! Lá tivemos que mudar a câmara de ar!!! O meu primeiro furo na bike de estrada, depois de 1450 kms feitos com ela!!
Até aí, era taco a taco!! Jovens e Kotas a um ritmo bem engraçado!!
De volta a Ferreira, as coisas já não eram bem assim!! O esforço feito já tinha sido grande!! Os kotas têm mais resistência!! Mas mesmo assim, o Tiago não desarmou!!
O Pinheiro acho que ia em ritmo de passeio!!! Eh, eh!!
O S.Pedro ajudou-nos e só fez chover assim que chegámos a Ferreira!! Já o Manuel António, nos esperava!!

Rabaçal, terra do queijo, dos tractores e das pedras!

5 de Outubro, Centenário da República, feriado para alguns, tempo de ir fazer uns trilhos valentes!!
E assim foi! 6h30 da matina lá estávamos em casa do Eugénio, para arrancarmos rumo às terras de sicó!
Esperava-nos um rico dia, muitos trilhos e uma manhã bem passada!
8h20 estávamos a pedalar, com poucos enganos via gps! Primeiros kms, o Eugénio perde o conta kms! Zona cheia de caçadores, trilhos em bom estado, muitos deles limpos e algumas fitas, de alguma maratona que por lá passou!
Seguiam: Eugénio, o Rui Farinha, o Francisco, a Branca e eu!
Os trilhos técnicos exigiam destreza, as descidas o mesmo, ou então um kit de travões para fazer face à sarrisca e aos slides que se faziam!! Aquilo é que era curtir!
Quilómetro atrás de quilómetro, o cansaço sentia-se, tanta pedra nós galgámos! O Francisco já está uma máquina a descer e a Branca igual!
Chegada a meio do trajecto, a rica subida para as antenas (ou quase). Eu e o Eugénio resolvemos ir mesmo até ao cume da serra, por uma outra estrada! Estrada essa que dava a volta pela serra, mas do outro lado! Mais kms, e umas subidas de pedra lixadas.
Antes disso, ainda parti o carril do meu selim! Lá desenrascámos a situação!
Feitos mais uns trilhos, chegámos ao que "há sempre alguém que cai!!".
Desta vez calhou ao Eugénio e Rui!! Eh, eh!
Chegada ao carro passado umas 4h30, ainda fomos procurar o conta kms do Eugénio, mas não o encontrámos!
Viagem de regresso a casa correu bem!!
Conclusão: Vale a pena ir ao Rabaçal!!

Volta "acumulada" da Serra de S.Paulo!

Domingo, volta nova, desta vez!! O Eugénio tratou de encontrar mais uns caminhos dos bons, e lá fomos!!
Saímos 5! Eu, o Rui Farinha, o Francisco, o Eugénio e o Manuel António!! 8 da matina, quando arrancámos, estava frio. Havia zonas onde se registaram 7 graus!!
O Manuel António veio de bike de btt, e ainda bem!!
Primeira parte por trilhos onde não tinha passado!! Uma descida valente que nos levou ao Lagar de São Guilherme! A subir então, deve ser do melhor!
A partir daí era tudo novo!! E ali, ou se sobe ou se desce!! É sempre a acumular!!
Serra de São Paulo, fica registada como a serra do acumulado!! Para acumular força, nada como ir fazer uns treinos para lá!!
Grandes subidas, íngremes, com bastante inclinação e compridas o quanto baste!!
Destaco duas!! Uma delas, a da Horta da Coelho e uma perto da Senhora da Orada!! É pedalar até não conseguir mais!
Fim de volta, foi para descomprimir. Senhora da Orada até FZZ!! Mesmo assim ainda se pedalou bastante, sendo a parte final feita mais ou menos ao sprint entre mim e o nosso mestre!! Chegou-se ao limite (pelo menos eu), mas fez bem!
Café desta vez tomado nas Rosas do Zêzere, com alguns companheiros de estrada: O Victor e o Bichano!!
E disse eu que não me queria levantar para fazer 25 kms!! Só nesses 25 kms fizemos quase 1000 metros de acumulado!! Vejam bem!! Foi durinha, a volta!! Venha a próxima!